quarta-feira, 23 de julho de 2014

Boletim Diário - 23/07/2014

Agenda
Na quarta-feira a FGV divulgará a 3ª quadrissemana do IPC-S de julho, com expectativa de 0,16%, ante variação de 0,24% na semana anterior, destacando-se a contribuição dos grupos Educação e Alimentação. Nos EUA serão divulgados os números de pedidos de hipotecas na MBA na semana até 19/julho e o estoque de petróleo na semana, também até 19/julho.

Fechamento 22/07
O Ibovespa fechou a sessão desta terça-feira com alta de 0,61%, aos 57.983 pontos. A expectativa dos números de uma nova pesquisa eleitoral acabaram puxando a performance do índice.





Fechamento dos Mercados








Índice
Cotação
Variação%








Ibovespa
57.991
0,62%








Dow Jones
17.113
0,36%








Nasdaq
4.456
0,71%



















Maiores Altas Ibovespa








Ativo
Cotação
Variação%








BRML3
21,44
7,46%








BRPR3
15,38
6,43%








LAME4
14,95
4,25%








MRVE3
7,85
4,24%








PDGR3
1,55
4,02%



















Maiores Baixas Ibovespa








Ativo
Cotação
Variação%








MMXM3
1,37
-5,51%








USIM5
8,12
-2,16%








ELET3
6,84
-1,58%








GOAU4
16,17
-1,34%








FIBR3
20,91
-1,32%





Dólar
O dólar fechou em baixa de 0,54%, cotado na venda a R$2,212.


Fonte: Onde Investir by Lopes Filho.
Atendimento Souza Barros - São Paulo
(11) 3292-6900 / 0800 77 123 00



Carteira Ibovespa - Fechamento de 22 de Julho de 2014

Veja abaixo os preços de abertura, máximo, mínimo e fechamento de cada ação pertencente à carteira teórica do índice Ibovespa. Confira também as respectivas variações: diária, semanal, mensal, anual e 12 meses.

Agenda de Hoje - 23/07/2014


8h00 - BRA: IPC-Semanal - 3ª quadrissemana (FGV) / 8h00 - EUA: Pedidos de Hipotecas na MBA (19/julho) / 11h30 - EUA: Estoque de Petróleo - 19/julho (DOE/EIA).

terça-feira, 22 de julho de 2014

Flash Mercado - 22/07/2014

Brasil:
IPCA-15 de julho desacelera
O IPCA-15, uma espécie de prévia do índice cheio, registrou 0,17% em julho, abaixo da mediana das expectativas (0,20%) do mercado e de junho (0,47%), acumulando 6,51% em doze meses, próximo ao teto da meta de inflação deste ano (6,50%).

Dentre os nove grupos pesquisados, sete registraram desaceleração, com destaque para Transportes (de 0,50% para -0,85%), sendo o maior impacto negativo no índice (-0,16 p.p.), influenciado principalmente pelo item passagem aérea (de 22,15% para -26,77%), seguido por gasolina (de -0,35% para -1,09%). Também desacelerou o grupo Alimentação e Bebidas (de 0,21% para -0,03%), motivado pelos itens tubérculos, raízes e legumes (de -5,93% para -10,52%) e hortaliças e verduras (de -4,69% para -5,33%).

Em contrapartida, os grupos Habitação (de 0,29% para 0,48%) e Despesas Pessoais (de 1,09% para 1,74%), cujos impactos individuais chegaram a 0,07 p.p. e 0,19 p.p., respectivamente (este último, o maior impacto individual).

No primeiro grupo, o maior impacto veio dos reajustes de energia elétrica residencial (de 1,32% para 1,35%), em várias regiões metropolitanas, como SP (5,51%, refletindo o reajuste de 18% pela Eletropaulo, no dia 04/julho), Recife (4,75%, pelo reajuste de 35% pela COSIP) e Porto Alegre (2,78%, com o reajuste de 23% das distribuidoras em 19/junho). Ainda neste grupo, a taxa de água e esgoto caiu 2,36%, mesmo com os reajustes em Salvador (5,9%), Fortaleza (1,7%) e Porto Alegre (1,2%). Esta queda foi influenciada pela taxa de água e esgoto de São Paulo, 13,1% mais barata. No segundo, Despesas Pessoais, o maior impacto veio das diárias de hotel (de 4,12% para 28,63%), decorrente da forte demanda com a Copa do Mundo.

Nossa opinião: O IPCA cheio deve ficar próximo a 0,20% neste mês de julho. Nos doze meses, no entanto, deve se manter pressionado, entre 6,2% e 6,5% (ou mais), devido à base mais baixa em 2013.

EUA
Financiamento Imobiliário nos EUA
A Agência Federal de Financiamento Imobiliário (FHFA) divulgou hoje o Índice de Preços de Moradias dos Estados Unidos, que apontou avanço de 0,4% em maio. No mês anterior, o dado apresentou leve alta de 0,1% (dado revisado de alta de 0,0%).

Este documento serve de auxílio para a análise da força do mercado imobiliário dos EUA, o que contribui para a análise da economia como um todo. Valores superiores ao esperado devem ser interpretados como positivos para a maior economia mundial.

Vendas de Imóveis Usados
De acordo com a Associação Nacional dos Corretores de Imóveis, as vendas de moradias usadas nos EUA subiram 2,6% em junho ante maio, para uma taxa anual sazonalmente ajustada de 5,05 milhões de unidades. O dado veio pouco melhor que o esperado, de 5,00 milhões de unidades.

Os números de vendas em maio foram revisados para uma taxa de 4,91 milhões, aumento de 0,4% em relação ao mês anterior. A mediana dos preços de moradias teve alta anual de 4,3% em junho, para US$ 223,300 mil.

Europa

Principais índices registram alta  

Diante do arrefecimento das tensões geopolíticas, os principais mercados europeus registraram valorização na sessão desta terça-feira. A Organização das Nações Unidas (ONU) conduzirá uma investigação independente sobre a queda do avião da Malaysia Airlines e os separatistas pró-Rússia parecem estar dispostos a deixar os peritos trabalharem no local do ocorrido. Além disso, os rebeldes entregaram ao governo malaio as caixas-pretas da aeronave.

No Reino Unido, o Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês) informou que o déficit orçamentário aumentou para 36,1 bilhões de libras no 2T14, de 33,7 bilhões de libras no mesmo período do ano anterior. Gastos mais altos em benefícios, governos locais e investimentos foram os responsáveis pelo crescimento.
Na Alemanha, o mercado acionário também foi beneficiado pela decisão o Fundo Monetário Internacional (FMI) em elevar sua previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país neste ano, de 1,7% para 1,9%.





Fechamento dos Mercados








Índice
Cotação
Variação%








Ibovespa
58.042
0,71%








Dow Jones
17.118
0,39%








Nasdaq
4.447
0,51%



















Maiores Altas Ibovespa








Ativo
Cotação
Variação%








BRML3
21,08
5,66%








BRPR3
15,12
4,63%








ESTC3
29,59
4,22%








ELPL4
11,49
4,07%








LAME4
14,92
4,04%



















Maiores Baixas Ibovespa








Ativo
Cotação
Variação%








MMXM3
1,38
-4,82%








USIM5
8,15
-1,80%








ELET3
6,83
-1,72%








FIBR3
20,93
-1,22%








KLBN11
11,39
-1,21%








Obs.: Última Atualização às 16h20






Dólar:
O dólar comercial opera com baixa de 0,53%, cotado na venda a R$ 2,211.


Fonte: Onde Investir by Lopes Filho
Atendimento Souza Barros – São Paulo
(11)3292-6900 / 0800 77 123 00
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...